Ressuscitando o blog, vamos falar mal de pessoas e desfiles.

Meio mundo elogiou o desfile dos estilistas Jackal Kuzu e Cabaret Aki, que rolou na última quarta-feira (3), na Semana de Moda do Japão, em Tóquio, com peças da coleção primavera-verão de 2009 da Gut’s Dynamite Cabarets. Falaram da “inspiração punk”, da “irreverência”, mas, gente, eu só consigo pensar em uma coisa: emo!

Ok, talvez duas. What the fuck?

Anúncios

A galeria White Cube, em Londres, abriga a mostra Se Hitler tivesse sido hippie, quão felizes nós seríamos? Jake e Dinos Chapman, irmãos britânicos conceituados no mundo das artes plásticas, compraram treze aquarelas feitas pelo ditador alemão entre 1910 e 1913 por 115 mil libras (aproximadamente 365 mil reais) e as recriaram. Eles pretendem vender as recriações por 685 mil libras – cerca de 2,1 milhões de reais. 

Os artistas pintaram sobre os trabalhos originais imagens suaves como corações, arco-íris, flores e sorrisos. Negaram veementemente qualquer intenção de redimir o ditador, analisando ainda que suas aquarelas não expressavam “talento”. Com as telas, Hitler teria pretendido entrar para a Academia de Artes Plásticas de Viena.

 A White Cube alegou que vai cuidar para que os quadros não parem nas mãos de adeptos do nazismo. Dê uma olhada nesse artigo na BBC de Londres sobre as idéias dos irmãos.