Desde o dia 24 de março, quem passa pela marginal Tietê pode conferir garrafas pet gigantes instaladas entre a ponte da Casa Verde e a do Limão. A instalação é do artista Eduardo Srur, autor também de Bicicletas que, no ano passado, pendurou bicicletas suspensas por cabos entre os prédios do Sesc Paulista e do Itaú Cultural, na Avenida Paulista.

Com vinte garrafas infláveis ao longo de 1,5 km, o objetivo de Srur é alertar para a degradação ambiental da cidade. A melhor hora para vê-las é a noite, quando estão iluminadas, mas quem preferir pode agendar uma excursão de barco promovida pelo grupo Navega São Paulo e conferir de pertinho.

A obra faz parte da exposição Quase Líquido, aberta para o público desde o dia 27 de março, no Itaú Cultural. A mostra reúne 14 artistas que abordam as condições de vida na cidade.

Anúncios